Clínica de Psiquiatria em Guarulhos

O que é psiquiatria e o que ela trata?

O termo psiquiatria deriva do grego, que traduzido seria “curar a alma”. Originou-se no século V a.C. porém o seu ápice e desenvolvimento se deu somente no século XVIII, onde a psiquiatria se desenvolveu no campo médico, proporcionando melhores condições para aqueles que necessitavam de tratamento psiquiátrico. No século XX a evolução e aprimoramento da psiquiatria promoveu melhor compreensão biológica dos transtornos psiquiátricos e das doenças mentais como um todo e a modernização do tratamento medicamentoso.

 

A psiquiatria clínica vem a ser a especialidade da medicina que trata a prevenção, o atendimento, diagnóstico, a reabilitação e o tratamento de vários transtornos que podemos ser de origem orgânica e ou funcional, que geram desordens psicológicas mais críticas.

 

O objetivo do tratamento psiquiátrico é de proporcionar o bem-estar do paciente e amenizar os sintomas, diminuindo o seu sofrimento. Isso se dá após anamnese, que é uma avaliação completa do estado e perfil do paciente, incluindo fatores biológicos, cultural, familiar e social e também psicológico do indivíduo.

 

Aliado a avaliação inicial estão testes psicológicos e neurológicos, exames de imagem podem ser requisitados, avaliação neuropsicológica, além de exames de laboratório e exames físicos. Assim o psiquiatra pode chegar a conclusões do diagnóstico baseado nas psicopatologias adotadas pela Organização Mundial de Saúde e também do DSM-V.

 

O tratamento psiquiátrico se dá com a junção medicamentosa e também com implantação de rotina de exercícios e atividades físicas diversas associado a psicoterapia que é altamente eficaz na grande maioria dos casos. Outras práticas também podem ser empregadas como aulas de artesanato, trabalhos voluntários e qualquer outra atividade que venha colaborar com o bem-estar psíquico do paciente.

 

A questão medicamentosa para o tratamento psiquiátrico é o principal método de tratamento, pois raramente são utilizadas práticas mais antigas, que atualmente e antigamente sempre foram muito questionadas como forma de tratamento para transtornos psiquiátricos. A recomendação tanto por psiquiatras como profissionais de saúde mental como psicólogos é a psicoterapia, pois além de apresentar sempre resultados satisfatórios, não é um método invasivo e não prejudica em nada aquele que recebe o tratamento. Em casos graves, onde há risco para o paciente ou as pessoas a sua volta é indicado a internação, a demais o tratamento ambulatorial se mostra com excelentes resultados se seguido de forma correta.

 

Muitas doenças psiquiátricas ainda não têm cura, isso nos casos crônicos ou mais graves e ou em condições específicas. No geral há um amplo controle e boa qualidade de vida para aqueles que necessitam de tratamento psiquiátrico, que dependendo do caso, pode ser por toda a vida.

Conheça algumas doenças tratadas pelo médico psiquiatra:

1. Ansiedade  

2. Depressão
3. Esquizofrenia
4. Transtornos alimentares 

5. Estresse pós traumático 

5. Somatização

6. Transtorno bipolar 

7. TOC ou Transtorno obsessivo-compulsivo

Podemos ainda citar outros transtornos mentais, que requerem a avaliação de um psiquiatra.

Segundo  o Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM-V), podemos citar:

  • Transtornos Psicóticos, como esquizofrenia ou transtorno delirante;

  • Transtornos de Personalidade, como dos tipos paranoide, anti social, borderline, histriônica ou narcisista, por exemplo;

  • Transtornos relacionados ao uso de substâncias, como drogas ilícitas, álcool, medicamentos ou cigarros, por exemplo;

  • Transtornos Neurocognitivos, como delirium, Alzheimer ou outras demências;

  • Transtorno do Neurodesenvolvimento, como deficiências intelectuais, transtornos da comunicação, autismo, déficit de atenção e hiperatividade ou alterações dos movimentos;

  • Transtorno Dissociativo, como Transtorno de Despersonalização/Desrealização ou amnésia dissociativa;

  • Disforia de Gênero, relacionado ao desenvolvimento sexual;

  • Transtornos Disruptivos, do Controle de Impulsos e da Conduta, como Cleptomania, Piromania ou transtorno explosivo;

  • Disfunções Sexuais, como ejaculação precoce ou retardada;

  • Transtorno do Sono-vigília, como insônia, hipersonolência ou narcolepsia;

  • Transtorno da Eliminação, como incontinência urinária ou fecal;

  • Transtornos Parafílicos, relacionados ao desejo sexual;

  • Transtornos do movimento relacionado a efeitos de medicamentos.

Consulta Online com Médico Psiquiatra é na Psico Soul Psicologia e Psiquiatria